sexta-feira, 19 de abril de 2013

Sentimentos... As mudanças na adolescência


Olá meninas e meninos!

Primeiramente gostaria de me apresentar, sou a Jéssica Fernandes Varela (amiga da Karol ha há) e sou a convidada do dia para fazer o poste livre *.*.  Vou falar sobre um assunto meio diferente do tema do blog, mais espero que gostem e que principalmente ajudem vocês. Eu vou falar sobre os diversos sentimentos em cada poste e dar conselhos na medida do possível. ;p

                                  Sentimentos... As mudanças na adolescência

Sobre o sentimento de hoje vou falar das mudanças na adolescência, que por incrível que pareça, é a fase mais difícil da vida, é na adolescência que nos descobrimos, que começamos a aprender com os erros e acertos, descobrimos nossa identidade e os sentimentos, claro.

Quando se é adolescente ou como dizem ironicamente “pré-adolescente”, na nossa cabeça existe outro mundo, parece que tudo é complicado ou parece ser mais difícil, eu sei como é já passei por isso e ainda tenho minhas duvidas, todos após essa faze ainda tem as suas duvidas. Mais oque queremos é a inocência da infância e ao mesmo tempo a responsabilidade adulta, queremos descobrir tudo de uma vez só, curtir não poder mais! Fazemos de TUDO pra viver um minuto de êxtase sem arrependimentos momentâneos.

Fazemos coisas que até Deus dúvida, eu sei, já fiz coisas que falava que nunca iria fazer, e quem ainda não fez vai fazer, ninguém é perfeito ao ponto de nunca errar ou se arrepender. Mais a adolescência não é pior fase da vida, afinal por mais difícil que seja você vai ter que aprender o que é certo e errado na prática. (NÃO usem drogas e nem bebam para saber se é certo ou não, porque isso é logicamente ERRADO!).


Além da cabeça a mil com todas as novidades e sentimentos surgindo ao mesmo tempo, temos as cobranças, seja dos pais dos professores, em geral, da sociedade. E além de tudo é na adolescência que temos a difícil “missão” de descobrir oque queremos da vida, o porquê estamos “aqui” e qual o nosso papel na sociedade. Quem nunca te perguntou “oque você vai ser quando crescer?” e quantas vezes você falou “ah, eu não sei, talvez isso, talvez aquilo” e depois descobre que oque você realmente quer não tem nada a ver com oque queríamos quando crianças.

 E isso da certo medo, medo de que tudo de errado, medo de crescer, medo de não vencer essa faze, como se fosse mais fácil deixar rolar, que um dia tudo se acerta, mais não é bem assim, quem deixa “rolar” acaba vendo a vida e as oportunidades passarem na frente do seu nariz e sem agarrar nenhuma delas. Por isso eu digo, vivam cada momento dessa faze, pois por mais difícil que seja, ela passa rápido de mais e quando você vê, esta com seus 20 e poucos anos e com saudades dos 15 anos e da turma da escola.

Então, a adolescência não precisa de revoltas e tristezas, precisa de descobertas e apoio, precisa de compreensão e diálogo. Precisa de um adulto pra dizer oque você deve ou não fazer. Precisa de um amigo pra te ajudar e um pra te ensinar que a confiança não surge das redes sociais e que a vida por mais bela e perigosa tem que ser encarada sem fraquejar, assim é o jeito mais fácil de vencer!

Então leitores, esse é meu primeiro poste sobre Sentimentos, espero que vocês gostem e se quiserem escrevo mais sobre os outros tipos se sentimentos. Beijão e até a próxima!

                                                                     Jéssica F. Varela.
Jéssica F. Varela.